VOLTA

  É como ser E estar Ser eu, de novo E estar bem De novo Um pausa se foi Para o meu bem É olhar diferente Sendo o mesmo Turbulência que vai Eloquência que fica O medo se vai A serenidade fica E o prazer volta Nessa reviravolta Que vai … Continue lendo VOLTA

DOR

A dor que vem É uma espécie de morte A dor é que nem Abrir um corte A dor não é um bem Quem dera fosse A ausência de sorte A dor que vem Fura o peito Amassa o coração Carcome a alma A dor que vem Poderia ser em … Continue lendo DOR

EDUARDO E MORO

Quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas por essa nação? E quem irá dizer que não existe razão? Eduardo abriu os cofres, mas não quis se entregar, ficou calado e viu que horas eram, enquanto Moro aparava o cavanhaque no outro canto da cidade como eles … Continue lendo EDUARDO E MORO