IMG_20190416_094846_740

Há exatos 29 anos, escrevia meu primeiro poema. Na mesma data, há 101 anos, nascia Charles Chaplin. A relação não tem nada a ver, mesmo porque, eu só descobri anos depois. O papel de Chaplin era fazer o mundo rir. O meu era chorar sozinho nos meus papéis. Spencer já foi, eu um dia irei. Entre um Carlitos famoso e um João Carlos anônimo, a única coisa comum talvez seja a maravilha de poder ver as luzes da cidade e saber viver nesses tempos modernos. Com um olhar de garoto ou vagabundo, agradeço aos pastelões que não me fizeram escrever, mas sorrir e amar o cinema. Obrigado a quem me lê e a quem me gosta. Obrigado por ter escrito um pouco da minha vida por aí e me encontrar comigo mesmo. Estou longe do seu talento, Charlie, mas você me influenciou a ver as cores da vida nesse imenso mundo preto e branco. Obrigado, Deus. Obrigado, Chaplin. Aliás, vocês não seriam a mesma pessoa?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: