digital

Já roubei teu beijo
Já sequestrei teu coração
Já invadi teu corpo
Já matei tua saudade
Já não temos nossos corpos
Quiçá um habeas corpus
E no corpo de delito
O perito me deleta
Fui condenado a te perder
Cumpro pena por não te ter
Encarcerado por me apaixonar
Enjaulado por me entregar
A reação em cadeia desencadeia
O amor preso
E eu preso
Por te amar.

João Aranha
14/08/2018

Publicado em: Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s