HÁ VAGAS!

pencil-918449_1280

Vagar por aí

Vagar pelos ares

Vagar pelos quatro cantos do mundo

Poema que vaga por onde for

Que vague sem ser vago

Que preencha a vaga da alma

Que vaga

Que divaga

Poema que vai

Que volta

E que fica

Poema que faça jus

Que nunca jaz

E que abra vaga

Para sempre ter

E ser

Poeta.

 

João Aranha

13/12/2016

 

Publicado em: Poemas

Tagged as: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s