Tô sem ideia
Tô sem vontade
Tô sem graça

Tô sem vintém
Tô sem ver além
Tô bem aquém

Tô saindo
Tô partindo
Tô indo

Tô que tô
Tô que não tô
Tô que nem tô

Tô querendo
Tô vivendo
Tô morrendo

Tô aqui
Tô ali
Tô onde tô

Tô sem fileira
Tô sem eira
Tô sem beira

Tô sem tosse
Tô tossindo
Tô sentindo

Tô sem tê
Tô sem lê
Tô sem tal

Tô sem dó
Tô sem ré
Tô sem mim

Tô assim
Tô enfim
Tô à toa.

João Aranha

06/11/2012

Publicado em: Poemas

Tagged as:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s