Vermelhor

No vermelho da paixão
No rubro do calor
No amor escarlate
Que bate o coração
Que sorri na emoção
Que segura a minha mão
Degustando o puro vinho
Sentindo o sangue fervente
Aveludando a pétala quente
Que transpira nas manhãs
Que anseia ao fim de tarde
Que brinda ao luar
Grito vermelho
Ecoa no dia
Se guarda na noite
Amor de raro selo
Cuidado ao fino esmero
Para a dama de vermelho.

28/06/2011

João Aranha

4 comentários em “Vermelhor Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s