Entrelinhas

Não sei o que escrever
Mas preciso escrever
Pois preciso é
Escrever na linha
Sem seguir a linha
Alinhar sem ter linha
Perder a linha
Sem perder o fio
O fio da meada
Em meados do dia
Nos meandros da vida
Dando vida sem medo
No linear das linhas
No tempo não linear
Sobre e sob as linhas
Vivendo e escrevendo
No caminhar das entrelinhas.

João Aranha

18/04/2011

Publicado em: Poemas

Tagged as: , , , ,

14 comentários em “Entrelinhas Deixe um comentário

  1. Já estava com saudades do João poeta. Gostei muito e a ilustração tem a mesma simplicidade tocante do poema. AP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s