CÁRIE

Segunda-feira chuvosa, trânsito caótico e, no atraso comum dos afazeres diários da paulicéia desvairada, era da minha espera, nesta segunda-feira, ir ao Espaço Unibanco, que tanto gosto de frequentar mas que, por falta de tempo, não via Oscarito e Grande Otelo na parede há, praticamente, três meses. Estava falecendo minha alma cinéfila e boêmia quando, num e-mail, recebo um amistoso convite do diretor Márcio Werneck para prestigiar seu mais novo documentário, o “Boca a Boca”. Agradecido fiquei com o convite e, com meu sorriso na cara, na sequência, confirmei minha presença na estreia.

Avistei o diretor na entrada mas, como estava longe, não quis abordá-lo, deixando para o final da exibição. E, falando nela, a película em questão é sobre “dentes”, mais precisamente, sobre o sofrimento da população, principalmente crianças carentes por esse Brasil todo que não têm dinheiro para fazer tratamento em seus dentes, não têm recursos suficientes para melhorar, cuidar e manter sua higiene bucal. O documentário mostra também o trabalho de uma ONG que se chama “Turma do Bem”, na qual participam diversos dentistas voluntários que oferecem tratamento dentário à população carente, gratuitamente, até os dezoito anos de idade, por este Brasill afora. Um trabalho honesto, enfático, beneficente e que cuida realmente de crianças e jovens que sentem vergonha durante parte das suas vidas por não ter um dente bonito, por não ter um dente, por não ter vários, por ter eles tortos, amarelados, cariados, entre outras mazelas dentárias mas que, após o tratamento, recuperam o sorriso e, junto a ele, a auto-estima falecida por causa de um descuido do governo, má vontade de outros órgãos públicos e pelos preços exacerbadamente altos para o tratamento dos mesmos. Um trabalho de boa vontade, de uma turma do bem, que faz o bem para milhares de crianças e que garantem, com isso, que elas conquistem seus sonhos, podendo sorrir como toda criança deve sorrir, sendo elas mesmas, podendo conquistar a felicidade de serem pessoas normais diante de uma sociedade com bruxismos, dentro de um governo cariado há décadas, entre tantos problemas que deveriam ser extraídos do nosso país por uma elite com sorriso amarelo perante às verdades ditas na cara, diante de empresários que não entram no projeto por questões puramente mercadológicas, pois pensam apenas no barulho que o motorzinho fará no mercado em troca de dinheiro, sua marca, sua posição em relação ao concorrente.

“Boca a Boca” mostra com leveza e musicalidade a verdadeira relacão que as pessoas têm quando o assunto é tratar do dente. Com uma linguagem simples, direta, sem anestesia, brasileira, fiel, que retrata pessoas que não saem em retratos. Um filme permanente que diz o quão dente de leite se encontra esse país, que precisa de tratamento de canal urgente, de obturação no sistema de saúde pública, na restauração de uma elite que se preocupa somente com seu próprio sorriso. Um documentário incisivo, que deixa a gente de boca aberta, vendo notícias que são escondidas no bafo da ignorância e má fé de autoridades. Pessoas que querem sorrir mas não encontram o espelho onde podem mostrar seu rosto mas que, espero, que melhore daqui pra frente, fator este onde a película de Werneck, o idealizador Fábio Bibancos e a Turma do Bem fazem sua parte mas que, todos nós, juntos, precisamos passar um fio dental em tudo o que há de errado na saúde e fazer aquele bochecho ardente geral para limpar o que deveria estar branco, limpo e saudável e não amarelo, sujo e extremamente deteriorado.

Parabéns Márcio Werneck e Turma do Bem!

Próximo!

João Aranha

28/10/2009

Publicado em: Crônicas

Tagged as:

11 comentários em “CÁRIE Deixe um comentário

  1. Somente agora pude ler sua crítica. Inteligente, sensível, direta. Gostei muito de tudo, mas destaco sua classificação de “governo cariado”. A diferença é que as pessoas cariadas sentem dor e vergonha. Aqui em Campo Grande o documentário foi como uma pedra na água: muitas ondas já vieram, outras por vir. Mais uma vez, parabéns!

    1. Eu que agradeço pelos elogios, quanto ao texto, André! De verdade, fico feliz por ter gostado mesmo. Também concordo contigo e gostei do seu argumento de que quem sente a cárie sente dor e vergonha, muito bom! Obrigado novamente, cara. Valeu!
      Um abraço,
      João Aranha

  2. Obrigado João Aranha pelo apoio ao trabalho da turma do Bem.Sou recem chegada à Ong e muito feliz por estar fazendo a minha parte e ter o prazer de fazer o bem. Aqui em Caratinga /MG ,também foi lançado o documentário e com um caloroso debate ao final, entre profissionais da área. Foi muito bom.

    1. Obrigado, Ciça! Agraceço o seu comentário sobre a minha crônica e parabenizo você e a Ong que é realmente do bem e ajuda esse mundaréu de gente pelo Brasil que não têm condições de fazer um tratamento decente.
      Parabéns pelo seu trabalho e obrigado pela atenção.
      Um beijo,
      João Aranha

    1. Obrigado, Luiz Gustavo!
      Obrigado por ter gostado do meu texto/comentário, fiquei feliz. Mas fico feliz em ver que você e outros dentistas oferecem essa grande ajuda para a população. Parabéns ao projeto de vocês!
      Um abraço,
      João Aranha

  3. Muito bom! Parabéns João Aranha.

    Somos privilegiados em participarmos de um trabalho tão bonito.
    É levando esta informação ao maior número de pessoas que vamos sacudir a poeira de muitos desavisados.

    1. Obrigado, Lucas! Eu que agradeço por ter gostado do texto, mas dou novamente os parabéns a você e sua equipe que resolve os problemas de milhões de pessoas.
      Parabéns mesmo e obrigado pelo comentário.
      Um abraço,
      João Aranha

  4. Parabéns pela crítica!
    O filme é maravilhoso e tenta mostrar um pouco do trabalho que a turma do bem e Fábio Bibancos tem feito.
    Tenho orgulho de ser dentista e fazer parte dessa turma do bem que tenta fazer a sua parte.

    1. Obrigado, Vanessa! Fico feliz que tenha gostado. Eu parabenizo você e sua turma, que fazem o bem sem olhar a quem de verdade. Parabéns pelo projeto e sucesso a vocês!
      Obrigado pelo carinho.
      Um beijo,
      João Aranha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s