RETRATO

Ouça teu silêncio
Ouça teu cerne
Traça teu caminho
Siga teu traço
Na linha do teu tempo
Desenhe teu espaço
Não rasure teu contento
Ouça teu talento
E no momento único
Do belo silêncio
Não esboce sentimentos
Desenhe tua vida
E continue teus retratos.

João Aranha

29/11/2006

Publicado em: Poemas

Tagged as:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s