KEEP WRITING

letra

Escrever, sim, escrever
Como guardar?
Exprimir, expressar, experimentar
Não, não guardemos
Não, não sobremos
Nesta lacuna breve
Preenchida ao escrever
Instrumento amigo
Por vezes, até inimigo
De outrem, claramente
Não de minha mente
Sim, esta que sente
Tamanha semente
De espernear
Palpitar
E de palpite em palpite
Mais um sulfite
A despertar
E preencher a lacuna
Nunca esvaziar
Certa fúria, certa dor
Sim, estas sim
Mas oco
Jamais o será
Pois escrito ficará
Belo regurgitar
De novo, mais um despertar
O amanhã já vai nascer
E com ele
Vou escrever.

João Aranha

11/11/2006

Publicado em: Poemas

Tagged as: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s