5 SEGUNDOS

Curto
Rápido
Intenso
Suficiente

Um olhar
Outro olhar
Riso pára
Pára o riso

Vai lenta
Negra vestimenta
És alva
Me atormenta

Sem nome
Sem som
Rastro
Silhueta

E na ampulheta
Pouco tempo
Raro, parco
Passatempo

Seus olhos
Te vejo
Seus olhos
Almejo

Vai, sái
Volta, olha
Pairo no ar
O chão não está

Nuca, desenho
Marca, sinal
Pouco foi
Muito tive

Foste, viste
Corpos, em riste
Sorrisos cessam
Desejo, existe

Some, voa
À esquerda, à toa
O voltar
Insiste

Não sei, pouco vi
Entrou, olhou, partiu
No repente
Enlouqueci

Foi-se o tempo
Ficou tormento
E neste tempo
Eu bem vivi.

João Aranha

25/06/07

Publicado em: Poemas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s